Pousada do Sandi celebra 30 anos e promove experiência gastronômica única em Paraty

Pousada do Sandi / Fotos: Divulgação

 

Paraty é famosa por seus bons restaurantes, tradição em cachaça e uma rica culinária de influências portuguesas, indígenas e africanas, reinventada pelos chefs locais. Não por acaso, a cidade histórica do litoral fluminense recebeu da Unesco, em 2018, o selo de Cidade Criativa na Gastronomia. Dos doces caseiros oferecidos nas esquinas aos restaurantes estrelados, uma das experiências mais saborosas é degustar as delícias de cada menu. 

Para celebrar 30 anos de história, a Pousada do Sandi, passou por uma ampla reforma e reabriu neste segundo semestre, cumprindo todas as normas de segurança e diversas novidades. Uma delas é a criação de uma agência de experiências para personalizar as atividades dos hóspedes. “A partir da confirmação da reserva, o hóspede recebe nossa carta de experiências e tem um panorama das atividades possíveis durante a estadia”, diz o consultor de experiências Gabriel Toledo

Quem busca um lugar ao ar livre, por exemplo, pode escolher entre mesas com vista para o mar ou a mata. Vale a pena fugir do Centro Histórico e percorrer 15 quilômetros (sentido Rio), para chegar ao Le Gite D´Indaiatiba, um dos melhores restaurantes do Brasil fora dos grandes centros. O Le Gite, fica no meio da floresta, com uma cachoeira do lado. Entre as especialidades, destacam-se os ceviches que misturam peixes e frutas, os pratos com camarões e o risoto de pitangas, entre outras maravilhas. 

Pé na areia, vista para o mar, mesas com toalhas floridas e redes espalhadas, à sombra de imensas amendoeiras formam o cenário do Quiosque São Francisco, da chef Catarina Oliveira. Na Praia Grande, a 10 quilômetros de Paraty, o quiosque “da Catarina”, faz jus ao slogan: “Gastronomia caiçara com a visão do paraíso”. É o lugar para comer aquela moqueca mágica, de peixe, de frutos do mar ou de siri catado. 

Uma experiência gastronômica a bordo de um barco, com sabores incríveis e muito requinte, também pode integrar o roteiro. Idealizado pela chef Gisela Schmitt, o serviço de catering do Gastromar costuma privilegiar os frutos do mar. As delícias são servidas, sem pressa, ao longo do passeio pelas praias e ilhas da bela baía de Paraty.

Para um almoço cultural, a sugestão é uma visita ao Quilombo do Campinho da Independência, primeira do estado do Rio de Janeiro a ter suas terras tituladas. Neste passeio os visitantes conhecem a história dos descendentes de escravos, sua luta e, é claro, a gastronomia, no restaurante da comunidade. Aos sábados, o prato do dia é a tradicional feijoada completa, mas há outras opções atraentes como o peixe à moda quilombola, grelhado, com farofa de banana da terra com camarão e palmito na manteiga. Um luxo!

Gostou Deste Artigo? Compartilhe!

Facebook 0
Google+ 0
Fechar Menu