No Ar Coquetel Molotov, anuncia Jup do Bairro, Tuyo e o encontro de Ava Rocha com Boogarins

Foto: Fernanda Martucci

 

O festival No Ar Coquetel Molotov, anuncia suas primeiras atrações para a 17ª edição que acontece online de 11 a 23 de janeiro de 2021, com apresentação da TNT Energy Drink e patrocínio da Natura Musical, Itaipava e Uninassau. A revelação paulistana Jup do Bairro, o trio paranaense Tuyo e o encontro inédito de Ava Rocha com Boogarins, são os primeiros anunciados da próxima edição, que promete ainda mais inovação. Jup do Bairro lançou este ano o seu primeiro EP, Corpo sem Juízo, com direção musical de BADSISTA, que foi extremamente bem recebido pela crítica musical e que lhe rendeu o prêmio de Revelação Musical do ano pelo Prêmio Multishow além de duas indicações para o WME. 

Formada por Lio, Lay e Machado, a trinca Tuyo é um fenômeno indie com suas temáticas existenciais em letras sensíveis e beats complexos, com uma sonoridade que passa pelo folk, lo fi hip hop e synthpop. Contemplados no programa Natura Musical, o trio se prepara para lançar seu novo disco. Ava Rocha gravou em seu terceiro disco,  Trança (2018), uma das composições de Dinho, do Boogarins. Agora em 2020 a banda mostrou a sua versão de “João 3 Filhos” na coletânea Manchaca vol. 1. E pela primeira vez o público vai poder conferir essa reunião pensada exclusivamente para a ocasião.

Para 2021, a proposta do CQTL MLTV é experimentar um novo formato de festival e entretenimento, com a criação de um mundo 3D virtual desenvolvido especialmente para a nova edição, onde o público vai poder mergulhar a fundo no festival e acompanhar os bastidores de sua reinvenção diante de uma pandemia mundial nunca antes vivida. A parte de business, workshops, mentorias e oficinas acontecerão gratuitamente por Zoom. O ponto alto do festival e uma das maiores inovações é a criação de uma série conceitual que traz as mais de 20 atrações do CQTL MLTV e que serão divididas em dois capítulos, com exibição gratuita no YouTube.

A série tem direção musical de Benke Ferraz (produtor e guitarrista do Boogarins), produção audiovisual da Bateu Castelo e gravação de áudio da Fábrica de Estúdios. As gravações acontecem agora no final do ano em duas cidades diferentes: em São Paulo na Fauhaus e em Gravatá, no ateliê/estúdio de gravação Criatório. Em agosto o festival já havia experimentado uma versão virtual com o Coquetel Molotov. EXE, que rendeu a indicação para o Prêmio Inovação na Web pelo WME Awards em sua edição 2020. 

Entre as novidades para 2021, o CQTL MLTV anunciou o seu manifesto, uma convocatória para as bandas pernambucanas, que receberão uma mentoria de carreira artística e o seu Conselho com diversos produtores, artistas e curadores do Brasil, formulando  possibilidades que reforcem o compromisso do festival com a música, a igualdade de gênero, a acessibilidade, a inclusão e a preservação do meio ambiente. Maiores informações através do site: www.coquetelmolotov.com.br.

Gostou Deste Artigo? Compartilhe!

Facebook 0
Google+ 0
Fechar Menu