Enredo da Portela, Clara Nunes é desmistificada em biografia

Clara Nunes / Foto: Tv Globo / Divulgação

 

Ela foi sucesso e enredo da escola de samba Portela no Carnaval de 2019, a leitura da biografia Clara NunesGuerreira da utopia – relançada neste mês de fevereiro pela editora Agir, doze anos após a edição original de 2007 – continua sendo o meio mais confiável de conhecer a vida e a obra de Clara Francisca Gonçalves (12 de agosto de 1942 – 02 de abril de 1983).

Operária que se tornou cantora na década de 1960, inicialmente com sucesso restrito à região de Belo Horizonte (MG) e a partir dos anos 1970 como uma das mais luminosas vozes ouvidas em todo o Brasil, Clara Nunes é desmitificada no livro, resultado do exemplar trabalho jornalístico de Vagner Fernandes.

Com nova capa (mais bonita do que a de edição de 2007) e novo projeto gráfico (que deixou o livro mais leve), mas com conteúdo idêntico, a biografia humaniza a figura de Clara ao longo das 480 páginas. Um LUXO!

Capa da atual edição da biografia da cantora mineira Clara Nunes / Foto: Divulgação

Gostou Deste Artigo? Compartilhe!

Facebook 0
Google+ 0
Fechar Menu