Enfermagem é curso mais procurado entre as graduações, diz pesquisa

Foto: Divulgação

 

A área da saúde está em alta e o curso de enfermagem é um dos mais bem cotados em todo o Brasil. É o que revela os dados levantados pela pesquisa “Coronavírus e Ensino Superior: o que pensam os alunos”, realizada pela empresa de pesquisas educacionais Educa Insight e divulgada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES). Segundo o levantamento, entre os 15 cursos mais procurados pelos participantes, e que representam mais de 73% das intenções de matrícula, destacam-se, além de enfermagem, psicologia, educação física, biomedicina, nutrição e fisioterapia. E não há dúvidas sobre o principal motivo da alta na procura: a brava atuação de vários desses profissionais no combate à pandemia do novo coronavírus.

“De fato, o profissional de enfermagem, nesse último ano, recebeu uma grande visibilidade em relação ao mercado e houve uma valorização geral da categoria por parte da sociedade, devido aos esforços e cuidado direto com os pacientes acometidos pela Covid-19”, afirma Priscila Leal, coordenadora do curso de enfermagem da Estácio Recife. Para ela, o reconhecimento é mais do que justo, pois foram inúmeros os desafios que as pessoas que trabalham na área de saúde tiveram, e ainda têm, que superar.

“Muitos enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem tiveram que lidar, quase que de uma hora para outra, com o medo diante de uma situação única e inédita, implementar todos os protocolos de segurança e de assistência aos pacientes com suspeita ou com diagnóstico da doença, isso sem falar na carga mental e emocional de estar exposto a um inimigo invisível, muitas vezes tendo que ficar longe da própria família para cumprir a missão de cuidar do próximo”, completa Priscila.

Gostou Deste Artigo? Compartilhe!

Facebook 0
Google+ 0
Fechar Menu