Dr Rafael Albuquerque / Por: Mônica Berquo / Foto: Karina Morais

Nessa entrevista exclusiva, você vai poder conferir um pouco mais sobre esse médico, que com apenas oito anos já sabia que sua vocação seria medicina. Um sonho que foi de tornando realidade com muita persistência, foco e dedicação aos estudos. Formado pela Universidade Federal de Pernambuco, com apenas 23 anos Rafael se graduou em medicina. Ao todo, em seus 11 anos de estudos, se graduou em Cirurgia Geral no Hospital das Clínicas da UFPE e se formou em Cirurgia Plástica no IMIP. Além das graduações, participou de diversos congressos nacionais e internacionais na área e se especializou em Rinoplastia na “SouthWertern university of Texas”, em Dallas, nos Estados Unidos da América. A Revista Werner Magazine bateu um papo especial com o cirurgião plástico pernambucano mais procurado do Recife.

WM – Como você descobriu sua vocação médica muito cedo, com oito anos, o que te inspirou nessa escolha profissional?

RA – Desde muito pequeno queria ser cientista. Lembro-me de dizer isso a minha mãe. Ela, ao ouvir isso, dizia que ser cientista no Brasil era muito complicado. E com o passar do tempo, percebi que meu encanto e curiosidade em saber o funcionamento do corpo humano me aproximava mais da medicina. A princípio, queria ser obstetra para trazer alegria ao nascimento de um bebê, afinal, esse era o principal referencial de medicina para mim. Não queria ser pediatra, tinha medo deles (risos), tanto quanto temos de dentista na infância. Seis anos mais tarde, aos 14 anos, já havia me decidido: seriam as cirurgias plásticas o que eu queria fazer. E persisti nesse objetivo até concretizar, em 2010, aos 29 anos.

WM – O Brasil é o país que mais realiza cirurgia plástica no mundo. Como você vê isso?

RA – Brasil e os Estados Unidos vêm revezando a liderança no ranking de cirurgias plásticas realizadas anualmente. Eu vejo isso de forma muito positiva, somos conhecidos em números de cirurgias e em técnicas criadas por cirurgiões brasileiros. Essas técnicas brasileiras são usadas no mundo todo. É muito gratificante!

WM – A Rinoplastia é uma das cirurgias mais procuradas no seu consultório. Para que tipo de paciente essa cirurgia seria recomendada e qual o tempo de recuperação e cicatrização?

RA – O tipo de paciente é o que está insatisfeito. A questão é de como o paciente se vê e gostaria de mudar é o primeiro passo. Após isso, qualquer mudança é possível no nariz. A Rinoplastia é uma das cirurgias de cicatrização e recuperação mais simples que existem. Suas complicações são mínimas e o tempo em que precisa se ausentar do trabalho é curto, geralmente três dias são mais que suficientes. A cicatrização é quase imperceptível e não há casos significativos de cicatrizes ruins ou que tenham queloide.

WM – Hoje ninguém quer ficar velho. Talvez, seja isso que vem levando muitas pessoas a procurarem cirurgias plásticas no mundo. Qual é a cirurgia plástica mais rejuvenescedora?

RA – São muitas coisas que podem rejuvenescer, mas o que mais rejuvenescerá é a Ritidoplastia, conhecida como plástica da face. A velhice está muito ligada ao rosto, as linhas de expressões, então, a plástica de face, juntamente com a Cervicoplastia, a que trata a flacidez do pescoço e a Blefaroplastia, cirurgia de pálpebras são as que mais esconderão a idade.

WM – Durante sua formação em Cirurgia Plástica no IMIP, você deparou com muitos casos, normalmente de pessoas mais humildes, em que o acesso a este tipo de cirurgia é quase impossível. Como foi esse momento na sua carreira?

RA – O Instituto de Medicina Integral de Pernambuco (IMIP), foi minha grande escola, a qual eu continuo fazendo parte com meu atendimento no hospital Miguel Arraes, pertencente ao grupo IMIP, até hoje. Lá, como responsável pela cirurgia plástica reparadora, encontro uma das minhas maiores alegrias, que é poder ajudar aos outros com minha vocação médica.

WM – Além de cirurgias plásticas, você aplica outras técnicas menos invasivas no seu consultório, como aplicação de Botox, vários tipos de preenchimento facial que dão resultado imediato, deixando seus pacientes felizes e mais jovens. Quais são essas possibilidades e seus efeitos imediatos?

RA – Ambos têm efeito imediato, contudo para áreas diferentes. A toxina botulínica, muito conhecida como Botox, serve para o retardamento das linhas de expressões, como para seu desaparecimento. O uso da toxina aliado ao preenchimento cuja substância é o famoso ácido hialurônico é uma excelente parceria de sucesso contra as linhas de expressão.

WM – Com a demanda de cirurgias plásticas crescendo, assistimos muitos casos de erros médicos, ou de pessoas que acabaram exagerando nos procedimentos realizados, gerando lesões e defeitos físicos, que muitas vezes são irreversíveis. O que devemos levar em conta e quais são os riscos que devemos saber antes de fazer uma plástica?

RA – Há situações comuns, cujo paciente pode passar e não significa que o cirurgião foi incompetente ou negligente: trombose, embolia pulmonar, cicatrizes não tão boas, como alargadas e queloides, rejeição dos implantes de silicone, infecções e sangramentos. É obrigação do médico e determinação do Conselho Federal de Medicina informar sobre todas as possíveis complicações inerentes ao procedimento cirúrgico.

WM – Quais são as plásticas mais procuradas pelos homens no seu consultório?

RA – Atualmente, a vaidade masculina saiu do “tabu” e é vista com bons olhos na sociedade. Entre as mais procuradas em meu consultório, estão: Lipoaspiração, Rinoplastia e Ginecomastia (desenvolvimento de glândula mamária no corpo masculino).

WM – Quais os benefícios que a sua prática médica trouxe para a sua vida?

RA – Realização profissional e pessoal. Afinal, o que seria de mim sem meus queridos pacientes? E digo mais, muitos entraram como pacientes e estão como amigos em minha vida pessoal. É impossível eu tirar de mim a alegria de atender cada paciente, seja em meu consultório ou no SUS. Ajudar ao próximo, elevar sua autoestima, não há alegria maior! Eu amo ser Cirurgião Plástico e tenho muito a agradecer. E gratidão foi o sentimento que mais aprendi como médico!

WM – Você é uma pessoa determinada e muito disciplinada, que em pouco tempo já realizou muitos sonhos. O que você ainda não fez que gostaria de realizar?

RA – Já realizei muitos sonhos: meu casamento, minha profissão, minha família, meus amigos, viagens. Ainda quero ser e fazer muita coisa, mas a maior delas é ser pai. Há uma frase que diz: “O homem não morre quando deixa de viver e sim quando deixa de sonhar”. Então, realizarei este sonho e logo em seguida criarei outro, sinto-me vivo ao sonhar!